Como fazer uma Petição Inicial [Guia]

3 jun, 2024
Fim da revisão da vida toda

A Petição Inicial é o ponto de partida em qualquer processo judicial, marcando o início formal de uma ação legal. 

Neste guia, mergulhamos nas nuances dessa peça fundamental, desde sua definição até os requisitos indispensáveis para sua elaboração. 

Assim, você irá entender o que é necessário para garantir a validade e eficácia deste documento essencial no universo jurídico. Vamos começar?

Petição Inicial: O que é?

A Petição Inicial é o primeiro documento de um processo, é com ela que se inicia uma ação. Por isso, é fundamental que ela seja extremamente completa e siga as formalidades exigidas.

O que é Inteligência Artificial para advogados?

Quais as formalidades exigidas para uma Petição Inicial?

Para cumprir com as formalidades, a Petição Inicial deve conter: o juízo a qual ela é dirigida; o nomes, prenomes, o estado civil e as demais informações do autor e do réu do caso; os fatos; os fundamentos jurídicos do pedido; o pedido com suas especificações; o valor da causa; as provas que demonstram a veracidade do caso; e, por fim, a opção do autor pela realização ou não de audiência de conciliação ou de mediação.

Tais requisitos estão disposto no art. 319 e seus incisos do CPC:

Art. 319. A petição inicial indicará:

I – o juízo a que é dirigida;

II – os nomes, os prenomes, o estado civil, a existência de união estável, a profissão, o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas ou no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, o endereço eletrônico, o domicílio e a residência do autor e do réu;

III – o fato e os fundamentos jurídicos do pedido;

IV – o pedido com as suas especificações;

V – o valor da causa;

VI – as provas com que o autor pretende demonstrar a verdade dos fatos alegados;

VII – a opção do autor pela realização ou não de audiência de conciliação ou de mediação.

Nós explicaremos melhor cada formalidade no Modelo de Petição Inicial abaixo.

Ademais, a Petição Inicial deve contar com os documentos fundamentais para a propositura da ação. Como impõe o art. 320 do CPC:

Art. 320. A petição inicial será instruída com os documentos indispensáveis à propositura da ação.

Saiba mais sobre a IA Jurídica Grátis: O que é e Quais os benefícios? 

Do Indeferimento da Petição Inicial

O indeferimento trata-se da negação de um pedido. Assim, quando falamos do indeferimento da Petição Inicial significa que foi emitida uma decisão contrária aos requerimentos da petição, ou seja, a ação não foi aceita pelo juiz.

Por isso, é de extrema importância que o advogado se atente aos casos que podem resultar em indeferimento, a fim de prevenir a possibilidade da inadmissão de sua Petição Inicial.

O art. 330, em seus incisos, e seu parágrafo primeiro do CPC dispõe sobre o indeferimento da Petição Inicial. Vejamos:

Art. 330. A petição inicial será indeferida quando:

I – for inepta;

II – a parte for manifestamente ilegítima;

III – o autor carecer de interesse processual;

IV – não atendidas as prescrições dos arts. 106 e 321 .

§ 1º Considera-se inepta a petição inicial quando:

I – lhe faltar pedido ou causa de pedir;

II – o pedido for indeterminado, ressalvadas as hipóteses legais em que se permite o pedido genérico;

III – da narração dos fatos não decorrer logicamente a conclusão;

IV – contiver pedidos incompatíveis entre si.

Assim, a Petição Inicial pode ser indeferida quando:

  1. For inepta – faltar pedido ou causa de pedir; possuí pedidos indeterminados, ressalvados casos genéricos; a narração dos fatos não decorre logicamente a conclusão; contém pedidos incompatíveis entre si;
  2. A parte for manifestamente ilegítima – a parte não possui liberdade para propor a ação autonomamente ou a parte não é a titular do direito;
  3. O autor carecer de interesse processual – a medida pleiteada é inútil, o pedido é desnecessário e o meio utilizada para buscar a prestação jurisdicional é inadequado;
  4. Não atender às prescrições dos art. 106 e 321 – a petição inicial deve conter o endereço do advogado, seu número de inscrição na OAB e o nome da sociedade de advogados da qual participa para intimações; a petição inicial deve preencher o requisitos dos arts. 319 e 320, se apresentar defeitos ou irregularidades para o julgamento do mérito, deve ser corrigida ou completada.

Ademais, os parágrafos 2º e 3º do art. 330 do CPC, ainda sobre a inépcia, delimitam que nas ações de obrigação decorrente de empréstimo, de financiamento ou de alienação de bens, o autor deve discriminar na Petição Inicial: as obrigações contratuais, aquelas que pretende controverter e quantificar o valor incontroverso do débito, que deverá ser pago no tempo e modo contratados

Vejamos:

§ 2º Nas ações que tenham por objeto a revisão de obrigação decorrente de empréstimo, de financiamento ou de alienação de bens, o autor terá de, sob pena de inépcia, discriminar na petição inicial, dentre as obrigações contratuais, aquelas que pretende controverter, além de quantificar o valor incontroverso do débito.

§ 3º Na hipótese do § 2º, o valor incontroverso deverá continuar a ser pago no tempo e modo contratados.

Conheça nosso modelo de Ação Monitória!

Passo a passo para elaborar uma Petição Inicial

Agora que você já conhece as formalidades que envolvem uma Petição Inicial, nós separamos um passo a passo para te guiar na elaboração da peça.

Vamos lá!

1: Reúna os fatos e entenda o caso

O primeiro passo para escrever uma Petição Inicial precisa ser a organização dos fatos

Após a reunião com o cliente, você provavelmente terá um monte de anotações, provas e ideias bagunçadas. Por isso, o ideal é que você organize esses fatos de maneira cronológica, se atentando à conclusão no início do processo.

Assim, sua Petição Inicial contará com uma lógica fática e processual, e seu caso poderá ser entendido facilmente.

Leia nosso artigo específico sobre Petição Inicial no CPC!

2: Elabore o embasamento legal

Um ponto essencial para a Petição Inicial é a fundamentação legal.

Ao organizar os fatos, você conseguirá elencar as leis capazes de embasar o caso.

Quando encontrar os dispositivos legais importantes para a sua Petição Inicial, estude-os e entenda a melhor maneira de agregá-los à sua peça. 

A forma como você explica e correlaciona o direito com o caso concreto é extremamente importante para o entendimento do mérito da questão.

3: Pesquise a jurisprudência e a doutrina

A jurisprudência e a doutrina também são pontos importantes para a sua Petição Inicial, eles podem agregar muito valor para a sua fundamentação legal.

Então, sempre procure jurisprudências e doutrinas favoráveis para o seu caso e avalie a melhor maneira de utilizá-las.

4: Inicie a produção da Petição Inicial

Quando todas as informações estiverem separadas, você pode começar a produção da sua Petição Inicial e, assim, você terá uma peça de sucesso.

Modelo de Petição Inicial

Ainda está com dúvidas sobre como organizar todas essas informações?

Não se preocupe! A equipe da Jurídico AI preparou um modelo completo de Petição Inicial para você utilizar.

Endereçamento

O endereçamento deve ser o primeiro ponto a ser explicitado na sua Petição Inicial. De acordo com o CPC, a sua peça precisa ser dirigida ao juízo da questão. Por exemplo:

AO JUÍZO DA Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo

Epígrafe

A epígrafe é a segunda parte do início da sua peça, é lá que consta as qualificações do autor e do réu do processo

Lembrando que todas as informações precisam estar corretas para que a citação da outra parte seja possível e o processo possa correr da maneira correta.

Um exemplo de epígrafe é:

[Nome do Autor], [Nacionalidade do Autor], [Estado Civil do Autor], [Profissão do Autor], portador do RG nº [RG do Autor] expedido por [Órgão expedidor],inscrito no CPF/MF sob o nº [CPF do Cliente], com endereço eletrônico em [Endereço Eletrônico do Autor], residente e domiciliado em [Endereço do Autor], por intermédio de seu advogado abaixo assinado, conforme instrumento de procuração em anexo, onde receberá intimações e notificações, vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, propor, a presente:

Ação de Alimentos

em face de [Nome do Réu], [Nacionalidade do Réu], [Estado Civil do Réu], [Profissão do Réu], portador do RG nº [RG do Réu] expedido por [Órgão expedidor], inscrito no CPF/MF sob o nº [CPF do Réu], com endereço eletrônico em [Endereço Eletrônico do Réu], residente e domiciliado em [Endereço do Réu].

Dos fatos

Nessa parte, você deve esclarecer os fatos que culminaram no início do processo

Lembre-se de ser preciso e lógico na sua escrita.

Dos fundamentos legais

A fundamentação legal da sua Petição Inicial deve contar com uma explicação que correlacione os fatos do seu caso concreto e os dispositivos legais, criando um mérito para a sua questão. 

Nota: confira os artigos na íntegra e faça todas as citações da maneira correta.

Dos pedidos

Os pedidos precisam ser a parte final da sua Petição Inicial e devem ser especificados, porque somente assim o juiz poderá julgar o caso.

Após os pedidos, você pode finalizar a petição os termos em que pede deferimento, local, data e advogado/OAB

As provas para demonstrar a veracidade do caso

É indispensável elencar as provas que a parte autora pretende produzir para demonstrar a veracidade do caso. Sejam elas: documentais, testemunhais, depoimento pessoal, perícias, entre outros.

Saiba como aplicar Inteligência Artificial Jurídica no peticionamento clicando aqui!

Orientação Jurídica pode te ajudar com dúvidas

Embora este guia ofereça uma abordagem detalhada sobre como redigir uma Petição Inicial, é importante reconhecer que cada caso pode apresentar suas próprias particularidades e desafios. 

Nesse sentido, buscar orientação individualizada, independente da área de atuação, de um profissional do direito pode ser fundamental.

Resumindo, os advogados especializados na área estão preparados para fornecer a assistência jurídica necessária, assegurando que sua petição seja elaborada de forma precisa e em conformidade com a legislação pertinente.

Caso surjam dúvidas durante o processo de redação da petição ou se você precisar de orientação sobre os próximos passos a serem tomados em seu caso, é recomendável contatar um profissional qualificado.

Petição Inicial em Minutos? Utilize Jurídico AI

Já pensou em escrever sua Petição Inicial adaptada para seu caso em 1 minuto?

Somos uma plataforma de inteligência artificial que cria peças personalizadas a partir das informações essenciais do caso, redigindo peças de alto nível de forma rápida e descomplicada. 

Para ter acesso a uma peça produzida especificamente para o seu caso e muito completa, experimente hoje mesmo o futuro da advocacia. 

Teste grátis a Jurídico AI

Redija peças de qualidade em poucos minutos com IA

  • Petições e peças ricas em informações de qualidade
  • IA 100% treinada na legislação, doutrina e jurisprudência

Milhares de usuários já utilizam Jurídico AI

Teste grátis